Nosso amor de ontem

13

E então alguém fala de você. Tantos anos se passaram, não é? Éramos adolescentes e estávamos descobrindo aquela coisa ao mesmo tempo gloriosa e miserável chamada paixão. Ao ouvir seu nome, que em outros tempos teve o poder de me tirar o fôlego e o equilíbrio, empreendi uma viagem no tempo. Vi você menina que se tornava mulher: olhos verdes que enfeitiçaram a mim e a quase todos os meus amigos, o sorriso confiante de quem não teme obstáculos, a alegria soberba de quem é jovem e imagina que jamais vai deixar de ser.

9

Vi você naquela festa de uma amiga sua para a qual você, para minha alegre surpresa, me convidou. Aquela festa é a melhor cena que guardo dos breves e intensos e coloridos momentos de nosso amor de ontem. O vestido azul sobre a camisa amarela. Parecia uma escoteira. Era uma festa chique para meus padrões de classe média. Eu me sentia intimidado por tudo. Por seus amigos ricos, pela elegância do salão, por você mesma. Sim, eu me sentia intimidado por você. Anos depois, entendi que o medo de perder você me fez perder você. Mas éramos adolescentes naquela festa, não éramos? Como entender sutis mecanismos psicológicos?

6

O que eu sei é que você estava maravilhosa. A menina mais linda da festa. Ainda que houvesse concorrência, eu não tinha olhos para mais ninguém. (Ao escrever isso, me vem à cabeça uma canção romântica americana: I Only Have Eyes for You. Eu queria que esta coluna tocasse essa música tão bela e tão melancólica.) Eu só tinha olhos para você. E então você me chamou para dançar. Se eu não fosse tão inseguro, se não me achasse tão menor e pior que você, acho que já teria percebido seu interesse por mim. O convite para a festa fora uma pista e tanto. Sábado à noite. Ninguém convida ninguém para uma festa sábado à noite sem um motivo claro. E então vejo a mim mesmo naqueles dias: um carro velho emprestado por meu pai. Roupas herdadas de meu irmão. E o andar ligeiramente trôpego de quem tem uma perna uns dois centímetros menor que a outra. Tudo isso e mais o sonho tornado vão de escrever livros como os de Graham Greene.

11

Só acreditei que você sentia alguma coisa por mim quando nos beijamos. Acho que partiu de você a iniciativa. Todas as iniciativas partiram de você. O começo e o fim. A retomada frustrada. A dedicatória de um livro na qual você dizia que era impossível me entender. Mas não quero lembrar momentos tristes. Meu desejo é recapitular aquela festa. O beijo. O primeiro de verdade. Não podia ser verdade. Tento encontrar palavras que descrevam a minha sensação de triunfo quando os nossos lábios se uniram, mas todas as que me ocorrem parecem diminutas diante da enormidade daquilo que me assaltou a alma. Rio agora diante do pensamento de que a reação mais lógica que eu poderia ter depois do beijo era, simplesmente, dizer obrigado.

12

Alguém diz seu nome, tanto tempo depois. E eu tolamente a reconstruo garota. Não, o tempo não desfez aquele frescor, aquela maciez, aquela beleza clássica. Não, a vida não frustrou seus sonhos ingênuos de menina. Não houve dor, não houve sofrimento, não houve separação, não houve perdas para você. Não houve doença. Fico pensando nessas coisas bobas e não alcançáveis. Por um instante acredito que o tempo parou, magicamente, quando você era a menina mais linda de todas. Talvez seja meu agradecimento desajeitado a tantos momentos sublimes que você me proporcionou. Talvez seja apenas mais uma tolice entre tantas que tenho feito e escrito.

7

 Fotos: My Sweetness Black & White
Fonte: DCM/Fabio Hernandez

 

Quais seus planos para esta noite?

1

O que fará hoje à noite? Não precisa responder agora. Apenas sorria desde já e, se puder, sem pudor, prepare-se para que sua coxa seja percorrida por aquele arrepio bom, revestida pela inevitável aspereza que lhe cobre a epiderme quando eu sou o animal faminto que lhe devora a nuca nua ou, então, quando minha saliva é a tinta fresca que picha seu corpo todo, diante da lua e bem no meio da rua.

Eu confesso que você me dá febre e que me faz ranger os dentes só de pensar na calcinha de algodão que escorre sempre suave por suas pernas quase infinitas, até chegar a seus pés e, enfim, perder-se inexplicavelmente em algum canto desconhecido de qualquer quarto fora do planeta.

2

O que fará hoje à noite? Eu já sei: desmarcará qualquer coisa que não seja uma embriagante dose de nós e aceitará meu convite para um passeio inesquecível ao redor da Lua, sem gravidade ou censura. Daremos mil passos por um espaço só nosso e hoje uma fusão nuclear colará minha carne crua em seus ossos.

Eu sei que você demorará horas, possivelmente séculos, para escolher um vestido que, com toda certeza, terminará despido, rasgado ou, com sorte, derreterá em pleno bistrô, quando eu fizer seu corpo ferver e disser em seu ouvido o quão fundo estou disposto a encaixar-me em você e o quanto desejo que seja a medida do seu terremoto particular.

3

Hoje eu quero que a cama quebre as pernas, pois não aceito que nada neste mundo seja capaz de suportar o peso de nossa valsa horizontal. Quero que a vidraça estilhace,

para dividirmos com o resto do universo o pouco que restará de nossa voz rouca, que invadirá outras casas com o grito incontido que nunca caberá em nossa boca.

E, mesmo que o céu todo desabe sobre nós, sei que permaneceremos de olhos bem fechados, protegidos por uma fina camada de suor e em meio aos escombros e ruínas de todo o resto sem nenhuma importância. Estaremos inteiros, completos e perfeitamente sujos como sempre. O que fará hoje à noite? Pego você às oito e talvez não a devolva nunca mais.

4

Fotos: My Sweetness Black & White
Fonte: Entenda os homens/Ricardo Coiro

Sochi: custa o dobro da Copa 2014 e Rio 2016, juntas

1Uma olimpíada com uma tocha enviada ao Polo Norte e ao espaço, uma estrada pavimentada com “ouro e caviar” – nas palavras de um crítico – com contratos exorbitantes executados por amigos do presidente e um estádio para 40 mil pessoas que será usado apenas duas vezes.

Essas são algumas das peculiaridades dos Jogos de Inverno de Sochi, que começam nesta sexta-feira na Rússia, e estão sendo chamados de a “Olimpíada mais cara da história”. O orçamento não-oficial dos Jogos, de US$ 50 bilhões, seria suficiente para custear todas as obras somadas da Copa do Mundo de 2014 e dos Jogos do Rio 2016.

O governo russo afirma que o orçamento oficial é de US$ 7 bilhões – levando em conta apenas obras diretamente ligadas aos Jogos. Mas o governo reconhece que foram gastos os US$ 50 bilhões – quando somados todos os investimentos em infraestrutura na rica região de Sochi, no sul da Rússia.

OLY-2014-OPENING-CEREMONY-DELEGATION

Em seu planejamento oficial, entre recursos públicos e privados, o Brasil está gastando uma fração desse valor para todas as obras – tanto as de infraestrutura como os estádios.

Segundo o mais recente balanço, divulgado em novembro pelo Ministério do Esporte, a Copa do Mundo de 2014 tem um orçamento de R$ 25,6 bilhões (ou cerca de US$ 10,6 bilhões, com o câmbio atual). Para a Olimpíada de 2016, foi previsto um orçamento de US$ 14,4 bilhões, segundo o documento de candidatura, com valores de 2009.

Especialistas acreditam que os custos dos eventos no Brasil ainda podem subir bastante – mas dificilmente chegariam perto do gasto na Rússia. A cidade de Londres gastou US$ 13,9 bilhões na Olimpíada de 2012.

2

Olimpíadas e Copa: custos

Sochi 2014: US$ 51 bilhões

Pequim 2008: US$ 43 bilhões

Rio 2016: US$ 14,4 bilhões*

Londres 2012: US$ 13,9 bilhões

Copa no Brasil 2014: US$ 10,6 bilhões**

Vancouver 2010: US$ 7 bilhões

  • Valores de 2009.
** R$ 25,6 bilhões. Câmbio de 6 de fevereiro de 2014.

Estrada de ‘ouro e caviar’

Desde 2010, Sochi vem recebendo investimentos para transformar o balneário de veraneio russo – onde a média histórica das mínimas nunca fica abaixo de quatro graus – na meca dos esportes de inverno.

Em um raio de poucos metros, próximo à orla do Mar Negro, foram construídas duas arenas de hóquei, uma de curling e dois estádios com rinques de patinação. As competições de esqui acontecerão nas montanhas que cercam o balneário.

Um dos maiores estádios dos jogos – o Fisht – tem capacidade para 40 mil pessoas e sequer vai abrigar eventos esportivos. Ele será usado em apenas duas ocasiões: para as cerimônias de abertura e encerramento.

5

Mas os estádios nem são os itens mais caros do orçamento. As obras para construção de uma estrada e uma ferrovia de 28 quilômetros entre o aeroporto local e a região de Krasnaya Polyana, onde também haverá competições, custaram US$ 8,7 bilhões.

Formatos alternativos

Esse valor é mais que o orçamento total da Olimpíada de Inverno anterior, em Vancouver, segundo a Fundação Anti-Corrupção, uma ONG de Moscou que faz ativismo contra os gastos dos Jogos. Segundo o site sochi.fbk.info, mantido pela entidade, o governo russo entrou com 54% do total de recursos.

O diretor executivo da Fundação, Vladimir Ashurkov, disse à BBC Brasil que os custos dos estádios em Sochi são de 1,5 a 2,5 vezes maiores do que o normal – ao comparar as obras das Olimpíadas de Inverno com outros estádios.

6

“Nós acreditamos que os grandes motivos por trás do aumento dos gastos são a corrupção”, diz Ashurkov.

O político de oposição Boris Nemtsov, que virou uma espécie de porta-voz contra os gastos nos Jogos, disse a uma televisão russa que a estrada poderia ter sido pavimentada com “cinco milhões de toneladas de ouro ou caviar, que o preço da obra teria sido o mesmo”.

Os ativistas e a oposição também acusam o governo russo de favorecer os aliados do presidente Vladimir Putin. As empresas de um amigo de adolescência de Putin, Arkady Rotenberg, receberam US$ 7,4 bilhões em contratos – mais da metade de todo o orçamento dos Jogos do Rio.

‘Enviado de Deus’

Rotenberg nega ter se beneficiado de sua relação com Putin – a quem chamou de “um enviado de Deus ao nosso país”, em recente entrevista a um jornal britânico.

Uma auditoria feita pelo próprio governo em 2012 apurou que mais de meio bilhão de dólares em gastos seriam “fora do razoável”. Putin foi à televisão para dizer que o aumento nos gastos aconteceu apenas por conta de erros de estimativa dos investidores, e não por má-fé.

3

Competições de esqui acontecerão em montanhas que cercam o balneário do Mar Negro

“Se alguém tem essa informação (de que houve corrupção), por favor nos mostre. Mas até agora, nós não vimos nada além de especulações”, disse o presidente.

Os organizadores dos Jogos também se defendem das acusações de gastos excessivos e favorecimento. O diretor do Comitê Organizador, Dmitry Chernyshenko, disse à BBC que o orçamento de US$ 50 bilhões inclui obras que seriam feitas mesmo no caso de Sochi não ter sido escolhida a sede dos Jogos.

Sobre os contratos com Rotenberg, Chernyshenko afirma que “não está na melhor posição para avaliar a eficiência da licitação, mas elas foram feitas de forma aberta e transparente”.

Ele diz que, a exemplo do que ocorreu com os Jogos de Pequim de 2008 – que, com orçamento de US$ 43 bilhões, foram os mais caros daquela época – a Rússia quer usar a Olimpíada para apresentar uma nova imagem do país ao mundo.

O governo russo justifica os altos gastos dizendo que quer projetar internacionalmente uma imagem positiva do país – de vigor econômico e prosperidade.

“Nós queremos contar ao mundo a história da nova e moderna Rússia”, disse ele.

Russian President Vladimir Putin (R) tri

Turismo

Rússia quer deixar em Sochi um legado de esportes e turismo

O governo russo diz também querer manter um legado vivo de turismo e esportes na cidade. Em outubro, Sochi abrigará o primeiro GP da Rússia de Fórmula 1 da história.

O estádio Fisht está nos planos das autoridades para a Copa do Mundo de 2018, que também será disputada na Rússia. Para este torneio, o orçamento inicial previsto na candidatura já duplicou, e está atualmente em US$ 19 bilhões – quase o dobro do gasto previsto para o Brasil em 2014.

O diretor-executivo da Fundação Anti-Corrupção acredita que o mesmo caso – de gastos excessivos e corrupção – se repetirá na Copa.

Presentation of uniforms for the Russian national Olympic team for the upcoming 2014 Winter Olympic Games in Sochi

“Com metade do dinheiro gasto em Sochi, US$ 25 bilhões, já seria possível fazer um evento fabuloso, que é o que os russos querem ver. A outra metade poderia ter sido gasta em projetos de desenvolvimento social”, disse ele à BBC Brasil.

“Treze milhões de pessoas não têm água quente em casa. Dez milhões não têm acesso a saneamento.”

Fotos e Fonte: BBC Brasil/Daniel Gallas

 

Os 10 campeões do prejuízo no futebol

Pluri Consultoria fez um levantamento da situação financeira dos 23 principais clubes de futebol do Brasil nos últimos seis anos. Confira abaixo os 10 times que obtiveram maior prejuízo acumulado nos últimos seis anos:

1-Vasco: R$ 301 milhões,

a vasco

2-Fluminense: R$ 285 milhões,

3-Botafogo: R$ 268 milhões,

a flu

4-Flamengo: R$ 188 milhões,

5-Palmeiras: R$ 179 milhões,

6-Atlético-MG: R$ 176 milhões,

7-Santos: R$ 93 milhões,

a santos

8-Cruzeiro: R$ 87 milhões,

9-Ponte Preta: R$ 81 milhões,

10-Goiás: R$ 58 milhões.

a goias

Os brinquedos mais caros da história

Depois de ler essa pequena relação de brinquedos, você vai redefinir seu conceito do que é algo caro. E, talvez, repense os presentes de Natal da família e crianças. Menos o ‘dela’, claro. Afinal, sem o presente dela você pode passar o final do ano pescando.

As crianças se contentam com brinquedos de todos os tipos, sendo que às vezes os simples podem divertir mais do que os caros. Os pais e familiares que gostam de gastar com brinquedos e dar os melhores presentes aos seus filhos podem encontrar preços que variam bastante no mercado (e com produtos relativamente parecidos). Entretanto, existem aqueles preços exorbitantes de brinquedos que deixam qualquer um surpreso – alguns valores passam do preço de inúmeras casas populares ou mesmo de carros!

Uma chupeta para sonhos dourados

b10

Para os bebês que já nasceram em berços de ouro, essa chupeta de diamantes de US$ 17 mil dólares não é muita coisa. Esse pequeno item de bebês possui 14 quilates de ouro branco e é cravejado com mais de 270 minúsculos diamantes. Pelo menos, o frete é gratuito. Quer adicionar ao carrinho?

Game boy para jogadores refinados

b9

Um simples Game Boy foi completamente repaginado por joalheiros britânicos, que adicionaram 18 carats de ouro no portátil da Nintendo – o que fez com que o Game Boy custasse US$ 30 mil. Desse jeito, os jogadores mais nostálgicos podem usufruir das aventuras de Mario e Luigi com muito estilo.

O jogo arcade Wuac-a-Mole

b8

O jogo arcade Whac-a-Mole foi bastante popular nos fliperamas dos Estados Unidos – um típico jogo em que você deve bater nos castores que aparecerem em determinados buracos. Os marceneiros do Hammacher Schlemmer criaram um modelo de luxo do brinquedo, com portas que se abrem automaticamente, espaço de bebidas e outros mimos. Você pode adquirir esse brinquedo/móvel por somente US$ 35 mil dólares.

Uma casinha de jardim

b7

Os pais e avós que querem agradar seus netos podem comprar essa casa de jardim em tamanho real por US$ 54 mil dólares. Nada de casas de plástico ou construções em árvores, essa casinha de luxo possui ar condicionado, TV a cabo e até mesmo água corrente. Já está muito melhor do que várias casas de gente grande por aí, né não?

Um guindaste modelo

b6

Inexplicavelmente, esse aparentemente comum guindaste de brinquedo custa cerca de US$ 85 mil dólares. Trata-se de um modelo antigo e bastante raro lançado em 1950 – porém o vendedor assegura aos possíveis compradores que o miniguindaste está em bom estado. Tão pequeno e mais caro do que muitos carros.

‘O’ banco imobiliário

b5

O famoso jogo de tabuleiro Banco Imobiliário mais caro do mundo é também o mais antigo, produzido em 1933 pelo próprio criador do jogo, Charles Darrow. Essa raríssima edição conta com um tabuleiro circular desenhado à pena e mais de 200 peças individuais – podendo ser comprado por somente US$ 146 mil dólares.

Um ursinho de ‘pelúcia’

b4

Para comemorar o aniversário dos populares ursinhos de pelúcia, os alemães da empresa Steiff, especialistas em brinquedos do gênero, criaram 41 edições limitadas de fofos ursinhos. O diferencial deles? Eles possuem bocas com dentes de ouro e olhos de safira. O valor de cada uma dessas peças é de aproximadamente US$ 195 mil dólares.

Casinha de bonecas que é um luxo só

b3

Essa casa de bonecas que qualquer Barbie atual gostaria de habitar tem o preço estimado em mais de US$ 250 mil dólares e, infelizmente, não está à venda. Batizada de Titania`s Palace, essa raridade luxuosa foi construída entre 1907 e 1922, pelo pintor britânico Sir Neville Wilkinson. A casa possui mais de 18 cômodos e 3000 peças únicas de artes, como pequenos móveis e esculturas de ouro.

A Barbie chique

b2

Esse modelo da famosa boneca Barbie foi criado pelo designer de joias australiano Stefano Canturi e vale mais de US$ 300 mil dólares. Os diamantes presentes no pescoço da boneca que a deixam tão cara, pois são extremamente raros. Lamentavelmente, essa Barbie já foi vendida em 2010 e não pode mais ser encontrada disponível no mercado.

Um carrinho de brinquedo

b1

O que fazer com US$ 4,8 milhões de dólares? Você pode comprar uma casa gigantesca, um carro esportivo caríssimo ou todos os brinquedos dessa lista – ou nenhuma dessas coisas e gastar todo o dinheiro nesse modelo de Lamborghini Aventador. Esse “brinquedo” é uma verdadeira réplica do carro e possui peças de ouro, diamante e platina por todos os lados. Ótimo para decorar aquela estante vazia na sala da sua casa, né não?

Fonte: Ian Castelli