Uma escolha perfeita

51

Um homem tinha três namoradas (não é fácil ter três namoradas hoje em dia).
Resolveu, então, fazer um teste para ver qual estava mais apta a ser sua única e verdadeira mulher.
Tirou R$ 15 mil do banco, deu R$ 5 mil para cada uma e disse:

- Gastem com o que quiserem.
A primeira foi ao shopping, comprou roupas, jóias, foi ao cabeleireiro, salão de beleza, etc.. Voltou para o homem e disse:
- Gastei todo o seu dinheiro assim para ficar mais bonita para você, para lhe agradar. Tudo isso porque amo você.

61
A segunda foi ao mesmo shopping, comprou roupas para ele, um CD player, uma televisão tela imensa, dois pares de tênis para jogar basquete, tacos de golfe e filmes pornô para esquentar a relação. Voltou para o homem e disse:
- Gastei todo o seu dinheiro assim para lhe fazer mais feliz, lhe agradar. Tudo isso porque amo você.

a29
A terceira pegou o dinheiro e aplicou em ações.
Em três dias duplicou o valor investido, retornou os R$ 5 mil para o homem e disse:
- Apliquei o seu dinheiro e ganhei o meu. Agora, se eu gastar, não será do seu dinheiro. Tudo isso porque eu amo você.
Então, o homem pensou,
Pensou….
Pensou….
Pensou….
Pensou…
Pensou….
Pensou….
Pensou
Pensou….
Pensou….
Pensou….
Pensou….
Pensou….
CALMA!!!!
(homens demoram para pensar….)

43
Pensou….
Pensou…..
Pensou.
Pensou….
Pensou….
Pensou ..
Pensou….
Pensou……
Pensou.
Pensou….
TÁ QUASE CHEGANDO A UMA CONCLUSÃO!!!

a22
Pensou….
Pensou ….
Pensou….
Pensou….
Pensou….
Pensou ..
E escolheu… aquela que tinha a bunda maior!!
Homem é tudo igual mesmo!

Fotos: Desires of a Bi-Sexual Women

44

Perfumes usados por homens que traem

 

O site de relacionamento extraconjugal “Gleeden.com” tentou descobrir o cheiro da traição masculina e perguntou a mil homens que traem quais são os seus perfumes prediletos. Entre as 10 fragâncias mais escolhidas, não por acaso, pode se observar o predomínio de perfumes com ênfase em notas sensuais e que destacam a virilidade masculina. Aos solteiros que quiserem se inspirar na arte da conquista, fiquem de olho nessa lista, e às mulheres casadas, fiquem de olho (ou com o nariz) em seus maridos! Confira a seguir a lista dos 10 perfumes mais usados por homens que traem:

 

10 – Eau Sauvage

eausauvage

Marca: Dior

Família Olfativa: Cítrico aromático

Notas:

  • Notas de topo: Alecrim, Alcarávia, Notas Frutadas, Manjericão, Bergamota, Limão Siciliano
  • Notas de coração: Coentro, Cravo, Sândalo, Patchouli, Raíz de Orris, Jasmin, Rosas
  • Notas de base: Âmbar, Almíscar, Musgo de Carvalho, Vetiver

Tipo de Concentração: Eau de Toilette (6% a 12%)

Ano: 1966

Palavras da marca: “Um clássico atemporal desde sua criação, a primeira fragrância masculina Dior continua revolucionária por sua ousadia. Sua aliança perfeita entre as notas frescas de lima da Sicília, vetivéria e dos acordes amadeirados muito masculinos, é um dos grandes sucessos da Maison.”

 

9 – Acqua Di Gio

aquadigio

Marca: Giorgio Armani

Família Olfativa: Aromático aquático

Notas:

  • Notas de topo: Laranja, Limão Tahitiano, Tangerina, Jasmin, Bergamota, Limão Comum, Néroli
  • Notas de coração: Flor de Cylamen, Noz-moscada, Rosedá, Coentro, Violeta, Frésia, Notas Oceânicas, Pêssego, Jacinto, Rosa, Jasmin, Alecrim, Calone
  • Notas de base: Âmbar, Patchouli, Musgo de Carvalho, Cedro, Almíscar Branco

Tipo de Concentração: Eau de Toilette (6% a 12%)

Ano: 1996

Palavras da marca: “Inspirado pelo frescor do mar, o calor do sol e a riqueza da terra.”

 

8 – Le Mâle

lemale

Marca: Jean Paul Gaultier

Família Olfativa: Oriental fougére

Notas:

  • Notas de topo: Artemísia, Lavanda, Hortelã, Bergamota, Cardamomo
  • Notas de coração: Alcarávia, Flor de Laranjeira, Canela
  • Notas de base: Sândalo, Fava Tonka, Âmbar, Baunilha, Cedro

Tipo de Concentração: Eau de Toilette (6% a 12%)

Ano: 1995

Palavras da marca: “Le Malê, Eau de Toilette de Jean Paul Gaultier, uma fragrância que é 100% sedutora, 100% canalha. Com o seu equilíbrio perfeito entre virilidade e sensualidade, “Le Malê” transforma totalmente a tradicional lavanda combinando-a com uma baunilha sexy. Um Eau de Toilette que tem sua própria garrafa no formato de um emblemático marinheiro.”

 

7 – La Nuit de L’Homme

lenuit

Marca: Yves Saint-Laurent

Família Olfativa: Oriental fresco

Notas:

  • Notas de topo: Cardamomo
  • Notas de coração: Lavanda, Bergamota, Cedro
  • Notas de base: Cominho, Vetiver

Tipo de Concentração: Eau de Toilette (6% a 12%)

Ano: 2009

Palavras da marca: “Uma história de sedução, intensidade e arrojada sensualidade. Um homem elegante e misterioso, cujo encanto e sedução irresistíveis varrem tudo no seu caminho. Uma noite repleta de promessas. Uma fresca fragrância oriental, feita de tensões e choques olfativos.”

 

6 – Hypnose Homme

hypnoze

Marca: Lancôme

Família Olfativa: Oriental aromático

Notas:

  • Notas de topo: Menta, Cardamomo, Bergamota
  • Notas de coração: Lavanda
  • Notas de base: Patchouli, Âmbar, Almíscar

Tipo de Concentração: Eau de Toilette (6% a 12%)

Ano: 2007

Palavras da marca: “Uma elegante e contrastante harmonia de Lavanda leve e ambarada, o perfume revela o poder de sedução hipnotizante do homem que o usa. O frasco é o puro objeto de desejo. Linhas angulares e volume opulento, o frasco de Hypnôse Homme evoca masculinidade e traduz arquitetonicamente toda a modernidade da fragrância que abriga. Harmonia de contrastes: um âmbar aromático. Um início verde aromático. Criado pela associação entre o caráter vegetal da menta e o poder picante do cardamomo, iluminado pelas tonalidades frutadas da bergamota. Uma assinatura leve: Essência de Lavanda da Provence. Um rastro marcante: A essência natural de patchouli da Indonésia mistura-se com a sensualidade sutil do almíscar e do âmbar.”

 

5 – Invictus

invictus

Marca: Paco Rabanne

Família Olfativa: Aquático amadeirado

Notas:

  • Notas de topo: Toranja, Notas Oceânicas, Tangerina
  • Notas de coração: Folhas de Louro, Jasmin
  • Notas de base: Madeira Guaiac, Musgo de Carvalho, Patchouli, Ambargris

Tipo de Concentração: Eau de Toilette (6% a 12%)

Ano: 2013

Palavras da marca: “Inspire o aroma da vitória com Invictus, o perfume masculino da Paco Rabanne. Esse perfume sensualmente fresco incorpora uma visão contemporânea da virilidade. Invictus é uma colisão inesperada de mundos, forças, sensações e valores: a emoção do puro frescor das notas de cabeça versus a sensualidade do fundo de madeira guáiaco.”

 

4 – Dior Homme

DIORHOMME

Marca: Dior

Família Olfativa: Floral amadeirado

Notas:

  • Notas de topo: Lavanda, Sálvia, Bergamota
  • Notas de coração: Íris, Âmbar, Cacau, Cardamomo
  • Notas de base: Patchouli, Couro, Vetiver Haitiano

Tipo de Concentração: Eau de Toilette (6% a 12%)

Ano: 2005

Palavras da marca: “Uma Iris masculina. Uma assinatura sexy realçada por notas amadeiradas masculinas para uma sofisticação rara e sutil. Dior Homme é usado como um elegante e impecável terno moderno, deixando para trás o imediatamente reconhecível traço amadeirado e apimentado da elegância.”

 

3 – Bleu

bleuchanel

Marca: Chanel

Família Olfativa: Aromático amadeirado

Notas:

  • Notas de topo: Notas cítricas, Vetiver, Pimenta Rosa
  • Notas de coração: Toranja-marmelo, Notas de Cedros Secos, Ládano
  • Notas de base: Olíbano, Gengibre, Sândalo

Tipo de Concentração: Eau de Toilette (6% a 12%)

Ano: 2010

Palavras da marca: ”Um cenário espetacular. Uma energia masculina inesperada. BLEU DE CHANEL incorpora a exaltação do homem e de sua liberdade. Composto por Jacques Polge, o Criador dos Perfumes de CHANEL, BLEU DE CHANEL se manifesta em três atos olfativos: ATO 1 – O Frescor: Um impulso ardente de frescor percorre a pele. A difusão de um bem-estar libertador. Acorde de cítricos, vetiver e pimenta rosa; ATO 2 – A Energia: Uma ascensão de energia picante estimula os sentidos. Uma ação eletrizante. Um diferencial com impulso de vitalidade. Toranja-marmelo, notas de cedros secos, ládano; ATO 3 – Os Sentidos: O corpo transmite uma segurança incorruptível. Uma masculinidade de sedução enigmática se instala. Impenetrável. Olíbano, gengibre, sândalo. Um azul enigmático que recusa qualquer definição. Azul demais para ser preto, escuro demais para ser azul. Seu frasco denso e compacto impõe um design que reúne autoridade e elegância. Uma obra de interpretação livre e rebelde.”

 

2 – One Million

onemillion

Marca: Paco Rabanne

Família Olfativa: Oriental fresco

Notas:

  • Notas de topo: Hortelã-pimenta, Tangerina sangue
  • Notas de coração: Canela, Essência de Rosa
  • Notas de base: Tom de Couro, Âmbar Ketal

Tipo de Concentração: Eau de Toilette (6% a 12%)

Ano: 2008

Palavras da marca: “O homem 1 MILLION é extravagante e ousado, usando seu charme para lidar com as situações com humor. Ele ama as sensações novas e seus sonhos e fantasias o levam cada vez mais longe.”

 

1 – L’Homme

lhome

Marca: Yves Saint Laurent

Família Olfativa: Fresco amadeirado

Notas:

  • Notas de topo: Limão, Gengibre
  • Notas de coração: Pimenta branca, Folhas de Violeta, Flor de Manjericão
  • Notas de base: Vetiver, Madeira de Cedro, Fava Tonka

Tipo de Concentração: Eau de Toilette (6% a 12%)

Ano: 2006

Palavras da marca: “Uma fragrância fresca e amadeirada que joga pelos contrastres deixando um rastro magnético e sensual. Uma abertura fresca e efervescente. Um carácter elegante e moderno, feito de notas florais e picantes. Uma estrutura âmbar amadeirada, profundamente masculina.”

Fonte: perfumereviews.com.br

A primeira depilação cavada ninguém esquece

c1

“Tenta sim. Vai ficar lindo.”

Foi assim que decidi, por livre e espontânea pressão de amigas, me render à depilação na virilha. Falaram que eu ia me sentir dez quilos mais leve.

Mas  acho que pentelho não pesa tanto assim. Disseram que meu namorado ia amar, que eu nunca mais ia querer outra coisa. Eu imaginava que ia doer,  porque elas ao menos me avisaram que isso aconteceria. Mas não esperava  que por trás disso, e bota por trás nisso, havia toda uma indústria pornô-ginecológica-estética.

- Oi, queria marcar depilação com a Penélope.
- Vai depilar o quê?
- Virilha.
- Normal ou cavada?

Parei aí. Eu lá sabia o que seria uma virilha cavada. Mas já que era pra fazer, quis fazer direito.

- Cavada mesmo.
- Amanhã, às… Deixa eu ver…13h?
- Ok. Marcado.

c2

Chegou o dia em que perderia dez quilos. Almocei coisas leves, porque sabia lá o que me esperava, coloquei roupas bonitas, assim, pra ficar chique. Escolhi uma calcinha apresentável. E lá fui.

Assim que cheguei, Penélope estava esperando. Moça alta, mulata, bonitona.

Oba, vou ficar que nem ela, legal. Pediu que eu a seguisse até o local onde o ritual seria realizado.

Saímos da sala de espera e logo entrei num longo corredor. De um lado a parede e do outro, várias cortinas brancas. Por trás delas ouvia gemidos, gritos, conversas.

Uma mistura de Calígula com O Albergue. Já senti um frio na barriga ali mesmo, sem desabotoar nem um botão. Eis que chegamos ao nosso cantinho: uma maca, cercada de cortinas.

- Querida, pode deitar.

Tirei a calça e, timidamente, fiquei lá estirada de calcinha na maca.

c5

Mas a Penélope mal olhou pra mim. Virou de costas e ficou de frente pra uma mesinha. Ali estavam os aparelhos de tortura. Vi coisas estranhas.

Uma panela, uma máquina de cortar cabelo, uma pinça. Meu Deus, era O Albergue mesmo. De repente ela vem com um barbante na mão. Fingi que era natural e sabia o que ela faria com aquilo, mas fiquei surpresa quando ela passou a cordinha pelas laterais da calcinha e a amarrou bem forte.

- Quer bem cavada?
- é… é, isso.

Penélope então deixou a calcinha tampando apenas uma fina faixa da Abigail, nome carinhoso de meu órgão, esqueci de apresentar antes.

- Os pêlos estão altos demais. Vou cortar um pouco senão vai doer mais ainda.
- Ah, sim, claro.

c6

Claro nada, não entendia porra nenhuma do que ela fazia. Mas confiei. De repente, ela volta da mesinha de tortura com uma espátula melada de um líquido viscoso e quente (via pela fumaça).

- Pode abrir as pernas.
- Assim?
- Não, querida. Que nem borboleta, sabe? Dobra os joelhos e depois joga cada perna pra um lado.
- Arreganhada, né?

Ela riu. Que situação. E então, Pê passou a primeira camada de cera quente em minha virilha Virgem. Gostoso, quentinho, agradável. Até a hora de puxar.

Foi rápido e fatal. Achei que toda a pele de meu corpo tivesse saído, que apenas minha ossada havia sobrado na maca. Não tive coragem de olhar.

Achei que havia sangue jorrando até o teto. Até procurei minha bolsa com os olhos, já cogitando a possibilidade de ligar para o Samu. Tudo isso buscando me concentrar em minha expressão, para fingir que era tudo supernatural.

c9

Penélope perguntou se estava tudo bem quando me notou roxa. Eu havia esquecido de respirar. Tinha medo de que doesse mais.

- Tudo ótimo. E você?

Ela riu de novo como quem pensa “que garota estranha”. Mas deve ter aprendido a ser simpática para manter clientes. O processo medieval continuou. A cada puxada eu tinha vontade de espancar Penélope.

Lembrava de minhas amigas recomendando a depilação e imaginava que era tudo uma grande sacanagem, só pra me fazer sofrer.

Todas recomendam a todos porque se cansam de sofrer sozinhas.

- Quer que tire dos lábios?
- Não, eu quero só virilha, bigode não.
- Não, querida, os lábios dela aqui ó.

b30

Não, não, pára tudo. Depilar os tais grandes lábios ? Putz, que idéia. Mas topei. Quem está na maca tem que se fuder mesmo.

- Ah, arranca aí. Faz isso valer a pena, por favor.

Não bastasse minha condição, a depiladora do lado invade o cafofinho de Penélope e dá uma conferida na Abigail.

- Olha, tá ficando linda essa depilação.
- Menina, mas tá cheio de encravado aqui. Olha de perto.

Se tivesse sobrado algum pentelhinho, ele teria balançado com a respiração das duas. Estavam bem perto dali. Cerrei os olhos e pedi que fosse um pesadelo. “Me leva daqui, Deus, me teletransporta”.

Só voltei à terra quando entre uns blábláblás ouvi a palavra pinça.

- Vou dar uma pinçada aqui porque ficaram um pelinhos, tá?
- Pode pinçar, tá tudo dormente mesmo, tô sentindo nada.

b29

Estava enganada. Senti cada picadinha daquela pinça filha da mãe arrancar cabelinhos resistentes da pele já dolorida. E quis matá-la.

Mas mal sabia que o motivo para isso ainda estava por vir.

- Vamos ficar de lado agora?
- Hein?
- Deitar de lado pra fazer a parte cavada.

Pior não podia ficar. Obedeci à Penélope. Deitei de ladinho e fiquei esperando novas ordens.

- Segura sua bunda aqui?
- Hein?
- Essa banda aqui de cima, puxa ela pra afastar da outra banda.

b28

Tive vontade de chorar. Eu não podia ver o que Pê via. Mas ela estava De cara para ele, o olho que nada vê. Quantos haviam visto, à luz do dia, aquela cena? Nem minha ginecologista. Quis chorar, gritar, peidar na cara dela, como se pudesse envenená-la. Fiquei pensando nela acordando à noite com um pesadelo. O marido perguntaria:

- Tudo bem, Pê?
- Sim… sonhei de novo com o cu de uma cliente.

Mas de repente fui novamente trazida para a realidade. Senti o aconchego falso da cera quente besuntando meu Twin Peaks. Não sabia se ficava com mais medo da puxada ou com vergonha da situação. Sei que ela deve ver mil cus por dia. Aliás, isso até alivia minha situação. Por que ela lembraria justamente do meu entre tantos? E aí me veio o pensamento: peraí, mas tem cabelo lá? Fui impedida de desfiar o questionamento. Pê puxou a cera.

Achei que a bunda tivesse ido toda embora. Num puxão só, Pê arrancou qualquer coisa que tivesse ali. Com certeza não havia nem uma preguinha pra contar a história mais. Mordia o travesseiro e grunhia ao mesmo tempo.
Sons guturais, xingamentos, preces, tudo junto.

b27

- Vira agora do outro lado.

Porra.. por que não arrancou tudo de uma vez? Virei e segurei novamente a bandinha. E então, piora. A broaca da salinha do lado novamente abre a cortina.

- Penélope, empresta um chumaço de algodão?

Apenas uma lágrima solitária escorreu de meus olhos. Era dor demais, vergonha demais. Aquilo não fazia sentido. Estava me depilando pra quem?
Ninguém ia ver o tobinha tão de perto daquele jeito. Só mesmo Penélope. E agora a vizinha inconveniente.

- Terminamos. Pode virar que vou passar maquininha.
- Máquina de quê?!
- Pra deixar ela com o pêlo baixinho, que nem campo de futebol.
- Dói?
- Dói nada.
- Tá, passa essa merda…
- Baixa a calcinha, por favor.

b25

Foram dois segundos de choque extremo. Baixe a calcinha, como alguém fala isso sem antes pegar no peitinho? Mas o choque foi substituído por uma total redenção. Ela viu tudo, da perereca ao cu. O que seria baixar a calcinha? E essa parte não doeu mesmo, foi até bem agradável.

- Prontinha. Posso passar um talco?
- Pode, vai lá, deixa a bicha grisalha.
- Tá linda! Pode namorar muito agora.

Namorar…namorar. .. eu estava com sede de vingança. Admito que o resultado é bonito, lisinho, sedoso. Mas doía e incomodava demais.

Queria matar minhas amigas. Queria virar feminista, morrer peluda,  protestar contra isso.

Queria fazer passeatas, criar uma lei antidepilação cavada.

Fotos: The Universe, The Women and their Secret Universe
Fonte: O Caramelo
c01

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Oi, sou muito bom de cama – isso é Marketing

O poder do Marketing

Você vê uma garota numa festa. Você vai até ela e diz:
“Eu sou muito bom de cama”.
Isto é Marketing Direto.

Você está numa festa com um grupo de amigos e vê uma garota.
Um deles vai até ela e, apontando para você, ele diz:
“Aquele cara ali é fantástica na cama”.
Isto é Propaganda.

Você vê uma garota numa festa. Você vai até ela e consegue o seu telefone.
Você liga no dia seguinte e diz: – “Oi! Eu sou ótimo de cama”.
Isto é Telemarketing.

Você vê uma garota numa festa. Você se levanta, ajeita a gravata,
vai até ela e diz: “Com licença”. E ajeita a pulseira no braço dela,
roçando seu braço no dela e completa: “A propósito, eu sou muito bom de cama”.
Isto é Relações Públicas.

Você vai a uma festa e vê uma garota atraente do outro lado da
sala. Você a reconhece, vai até ela, a faz rir. Então diz:
“Continuo bom de cama. Continua interessada?”
Isso é… Customer Relationship Management

Você está numa festa. Uma garota se aproxima de você e diz:
“Me disseram que você é maravilhoso na cama”.
Isto é Reconhecimento de Marca.

Você está numa festa e vê uma garota. Você a convence a ir para casa
com seu melhor amigo.
Isto é Representação de Vendas.

Mas, seu amigo não a satisfaz e ela liga para você e diz que quer sair com você.
Isto é Suporte Técnico.

Você vai numa festa, vê um mulherão do outro lado do salão, ELA VEM ATÉ VOCÊ e diz: “Oi, ouvi dizer que você é ótimo de cama. Quero experimentar.”
Isto sim é Branding, o PODER DA MARCA.

Você está a caminho de uma festa quando se dá conta de que poderia
haver um monte de garotas em cada uma daquelas casas pelas quais está passando.
Você sai do carro e, do meio da rua, grita bem alto:
“EU SOU FANTÁSTICO NA CAMA!”.
Não faça isso!: Isto é Spam.

Você encontra uma garota, você diz que é muito bom na cama, leva pro seu apartamento, e quando chega na hora ‘H’ : NADA.
Meu amigo… cuidado – Isto é propaganda enganosa.

Amante, namorada, mulher

22

Três amigas, uma namorada, uma casada e uma amante decidiram fazer uma brincadeira:
Seduzir seus homens usando uma capa, corpete de couro, máscara nos olhos e botas de cano alto, para depois dividir a experiência entre elas.

No dia seguinte, a namorada iniciou a conversa:
- Quando meu namorado me viu usando o corpete de couro, botas com 12 cm de salto e máscara sobre os olhos, me olhou intensamente e disse: ‘Você é a mulher da minha vida, eu te amo’. Fizemos amor apaixonadamente.

37A amante contou a sua versão:
- Encontrei meu amante no escritório, com o equipamento completo! Quando abri a capa, ele não disse nada, me agarrou e fizemos amor a noite toda, na mesa, no chão, de pé, na janela, até no hall do elevador.

36Aí a casada contou sua história:
- Mandei as crianças para a casa da minha mãe, dei folga pra empregada, fiz depilação completa, as unhas, escova, passei creme no corpo inteiro, perfume em lugares estratégicos e caprichei: capa preta, corpete de couro, botas com salto de 15 cm, máscara sobre os olhos e um batom vermelho que nunca tinha usado. Pra incrementar, comprei uma calcinha de lycra preta com um lacinho de cetim no ponto G. Apaguei todas as luzes da casa e deixei só velas iluminando o ambiente. Meu marido chegou, me olhou de cima abaixo e disse:
38
- Fala aí, Batman, cadê a janta?

39